VILA FELIZ tem o prazer de convidar seus amigos e a comunidade de Pium para participar da Festa da Padroeira Nossa Senhora do Bom Parto, que será realizada este ano no sábado dia 29 de novembro à partir das 14:00 horas. O evento em louvor à Padroeira e protetora da Vila será realizado em intenção de todo aquele que se encontra em situação difícil, com quadro de saúde que exige cuidados especiais e a vigilância divina.

Uma lenda japonesa diz que todo aquele que tem fé em recuperar sua saúde, pode resgata seu bem-estar e qualidade de vida, se dobrar mil cegonhas de papel. Este passarinho de papel que os japoneses chamam de ZURU se tornou no mundo inteiro um símbolo de Paz e Esperança entre as Nações, entre os habitantes do planeta e especialmente da pessoa consigo mesmo.
Evocamos na Festa de Nossa Senhora do Bom Parto esse símbolo de Paz e milagroso Voto de papel, para que com sua energia e mistério abra suas asas sobre cada um dos presentes, na comunhão de todos por um tempo melhor, que traga o alívio da dor, e anuncie a vitória sobre o medo e a incerteza.

Vila Feliz - Novembro de 2014

HÉLIO DE OLIVEIRA - CRIADOR DA VILA FELIZ  
     
 
       
 
 
 
 
 
 
       
O PROGRAMA ESTÁ TAMBÉM DISPONÍVEL
EM FORMATO PDF (ACIONAR LINK À ESQUERDA)
   
     
14:00    
Instalação da Feira de Arte e Cultura    
     
14:30    

Oficina de leitura: ‘Sabores e saberes literários’, com Rejane de Souza.

Oficina de Origami: O lúdico na ciência das dobraduras, com o Mestre Antônio Correia.

   
     
16:00    
Missa solene alusiva a Padroeira da Vila Feliz - Nossa Senhora do Bom Parto – Celebrante: Padre João Gabriel da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da cidade de Cerro Corá.    
     
17:00    
Crepúsculo dos ORIGAMIS    
     
17:15    
Apresentação da Orquestra Sanfônica do Museu do Vaqueiro de Nísia Floresta    
     
18:00    
Centro Social Dr. Mário Medeiros – Grupo Renascer:
Apresentação do Pastoril e a Dança da Peneira
   
     
18:30    
Apresentação do Boi de Reis de Mestre Canindé de Nísia Floresta    
     
20:45    
As Joanitas    
     
     
     
     
OFICINA DE ORIGAMI - ANTONIO CORREIA    
 
 
 
 
 
 
     

Uma figura de papel é feito com as mãos simplesmente, sem o uso de ferramentas e sem necessidade de cortar ou colar.
O trabalho realizadoo pela mão humana é carregado de energia e poder transformador. Do trabalho das mãos o ser humano tira o seu sustento e cria meios de sobreviver e se integrar no meio Natural. Numa figura de papel dobrada está concentrada simbolicamente essa energia básica e além disso complementada por elementos poético e lúdico, em forma de brincadeira e criatividade. Numa figura de papel dobrado transporta ainda expressão e individualidade, portanto Arte!
Essa Arte de Papel é aparentemente frágil e efêmera. O Papel, matéria usada para as dobras, é surpreendentemente bem mais resistente ao Tempo do que se pode imaginar.

Uma Legenda da Cultura japonesa atribui ao pássaro ZURU (Cegonha) a capacidade de viver 1000 anos! Um excelente símbolo de vida longa e um acessível entendimento de eternidade…

     
    ANTONIO CORREIA
    Antonio, meu amigo Toinho, é Mestre em Origami.
Sua dedicação às Artes das Dobraduras vem de muito tempo... e hoje em dia "Titonho"( como é carinhosamente chamado por sua esposa Déia) dobra papel como expressão de fé e especialmente terapia no seu convívio com o Câncer que o acometeu, obrigando esse amável e calmo potiguar a enfrentar fortes quimoterapias e várias cirurgias. A debilidade do corpo causado pela doença, porém, nao conseguiu tirar a energia e o prazer de viver de Antonio.Sua crença em Deus e no poder pessoal de se regenerar, de suplantar a doença, é um exemplo para muitos que são acometidos por esse mal e também para todos nós seus amigos e familiares solidários com ele na crise desencadeada pela doença, e sobretudo no seu ardente desejo de suplantar as adversidades com otimismo e amor pela Vida.
A doença atinge seu corpo, mas não atinge o seu espírito...pela decisão lutadora de Antonio. A medicina ajuda com as possibilidades ao seu dispor a controlar e reter o desenvolvimento da doença, e Antonio auxilia sua recuperação dobrando figuras de papel, que serve para ele mesmo, assim como para outros pacientes da Oncologia no Hospital de Fortaleza, cidade onde ele mora com esposa e filha. No Hospital ele ensina com entusiasmo e dedicação a todos que queiram aprender essa milenar Arte japonesa
Tonho dedica seu amor pela Arte das dobraduras aos pacientes com Cancer, que como ele mesmo, descobrem nessa singela Arte de Papel um meio de resgatar a alegria e esperança e reverter o quadro clinico adverso em motivação positiva. KAMI é o nome que os japoneses atribuem dão tanto ao Papel quanto também ao Espírito! Queira portanto essa delicada Arte,ser um Poder de igualmente ao papel „dobrar“ também o espírito, transformando cada movimento e dobradura em expressao de Paz, Fé e Vida.
   

( Texto de Paulo Mulatinho,Presidente- fundadorde ORIGAMI DEUTSCHLAND ( Associaçãoo de Origami da Alemanha)– e amigo pessoal de Toinho)

 
 
 
   

 

SONHO JAPONES - GELZA E KENJI MATSUNAI    
 
 
 
 
       
MISSA AO AR LIVRE      
       
       
CREPÚSCULO DOS ORIGAMIS      
       
       
       
REJANE DE SOUZA – NÍSIA FLORESTA - RN    
 
Mestre em Literatura Comparada – atua na área em cursos de formação docente pelo RN há mais de há de dez anos. Além disso, desenvolve ações sociais de literatura e cultura, em sua cidade Nísia Floresta, tendo em vista a promoção da cidadania de crianças e jovens. E nessa região, já coordenou o projeto de formação de leitores na área de literatura-infanto juvenil – através de edital do BNB – Cultural BNDES – Governo Federal. E há um ano idealizou e coordena junto a uma equipe de voluntários a Biblioteca Comunitária “Dona Mariinha – em Tororomba – Nisia Floresta. A oficina sabores e saberes literários que ela vai promover visa a atrair o público, de forma espontânea – para o desguste da literatura e a a magia que envolve a estética dessa área de conhecimento.  
       
       
       
MESTRE CANINDÉ – PORTO - NÍSIA FLORESTA – RN.    
O boi de Reis de Nísia Floresta é um folguedo popular que agrega dança, música e expressão cênica. Uma tradição da região, mas que, ao longo dos anos, foi se diluindo, no entanto, para continuar mantendo essa cultura, Mestre Canindé, há mais de 50 anos, mesmo sem apoio institucional e financeiro, vem difundindo essa expressão cultural junto um grupo de jovens e crianças, perpetuando gerações, inclusive familiar, para preservar essa tradição popular que personifica a identidade cultural brasileira.  
       
AS JOANITAS      
       
LOCAL      
       
     
HÉLIO DE OLIVEIRA VILA FELIZ (84) 3237-2292  Av. Joaquim Patrício, 594 Pium/Parnamirim/RN
www.facebook.com/projetovilafeliz    
       
     
DESIGN VILAFELIZ